Mundo Jurássico: Reino Caído Review

*Inserir som do T-Rex* “Vejam o video em baixo” 

Agora que temos uma intro própria para uma review de Jurassic Park. Vamos a isso.

Mundo Jurássico: Reino Caído é a sequela do filme homónimo de 2015 e continua a história deste mesmo de uma forma bastante credível. Se existe algo que gosto nesta “trilogia” é a veracidade das consequências do facto de existirem dinossauros no mundo actual. E é algo que tenho que salientar, a escrita nestes filmes está muito boa, em especial neste ultimo.

Continuamos a ter aqueles momentos de guilty pleasure em que os dinossauros tem grandes planos a fazerem “dinossaurices” mas a história evoluiu para ser mais que o parque. É agora um tema mundial e debatem isso no filme.

Continuamos a ter o mesmo cast do primeiro, com algumas adições que foram bem inseridas no filme, não havendo nenhuma propriamente que possa dizer que foi forçada. Seja para comic relief ou apenas dar uma nova visão ao mundo em que vivem. No geral a construção do universo pós dinossauros está bem conseguido.

Neste, mais que no primeiro temos a ligação aos filmes originais, e a forma como o fizeram foi inteligente pois não tomou demasiada parte do filme, nem do plot. Sendo na verdade o catalizador para o que quero imaginar que se passará num terceiro filme.

Mundo Jurássico: Reino Caído é um filme bem escrito, com bom uso de robots em vez de CGI que nos faz viver a “magia” de ter dinossauros no mundo, sejam para o bem ou para o mal. É daqueles que digo que ganha no cinema, pois, pelo menos para mim, existe algo de brutal em ver um dinossauro gigante na tela a rugir em plenos pulmões, algo que se perderia ao ver fora do cinema.

É um filme com um excelente final, e que nos deixa com a agua no bico para vermos a continuação.