Terminal Review

Eis uma clássica história de ir sem expectativas, de não saber muito do filme. Ir apenas porque sou fã da Margot Robbie. E sair de lá, mega contente por ver este filme.

Eis Terminal.

Este filme é daqueles que foi mal publicitado, e como tal poucas são as pessoas que sabem dele, ou que realmente fizeram caso dele. Tenho a sorte do ter visto pois é uma excelente obra. O filme todo é uma grande metáfora a contos infantis e usa isso a seu favor, até porque o faz de forma super inteligente que nos prende ao ecrã.

É um filme complexo e por vezes não se percebe completamente bem a timeline da história. Pode ser visto como um ponto negativo, mas para mim funcionou como forma de me manter mais atento, até porque nunca chegou ao ponto em que me fizesse estar perdido ou sem perceber. É apenas vago, e usa-o como elemento para contar a história.

História essa que se desenrola de forma interessante, pois acompanhamos duas histórias interligadas neste filme e quando tudo termina e os payoffs acontecem, é bonito de se ver e ficamos a saber se as nossas teorias ou não, estavam correctas.

É um filme que acredito não ser para toda a gente, mas foi-o para mim. Margot Robbie fez um papel brutal, tal como Simon Pegg, entre outros. Tens um estilo pessoal utilizando muito luzes de Neon para iluminar as suas cenas e isso dá-lhe uma imagem característica.

Entrou para o meu top de 2018 (por enquanto) porque lá está, foi uma completa surpresa para mim. Mas tenho perfeita noção, e repito-me. Não é um filme para todos.