Super-Homem pode ser um dos personagens mais icónicos do mundo, mas o seu caminho pelo cinema tem sido, no mínimo, conturbado. Está agora a ser planeado um novo filme do personagem, desta vez produzido por J. J. Abrams e escrito por Ta-Nehisi Coates.

Ta-Nehisi Coates, um escritor para publicações tão variadas como a TIME, The Village Voice, Washington City Paper e The Atlantic, também já trabalhou dentro do género de super-heróis em bandas desenhadas de Black Panther e Capitão América. O seu trabalho em Pantera Negra é um dos mais populares a protagonizar o herói e fez com que Coates arrecadasse um Prémio Eisner de escrita em banda desenhada.

J. J. Abrams já esteve previamente envolvido no desenvolvimento de um filme de Super-Homem, em Superman: Flyby, um argumento que escreveu em 2002 para um reboot. Esta versão ter-se-ia afastado muito das histórias originais, ao ter o planeta Krypton ainda intacto e reinventar Lex Luthor como sendo um agente do governo obcecado por OVNIs. Neste novo reboot, o seu envolvimento será apenas como produtor, com o filme a ser desenvolvido pela Bad Robot.

Super-Homem já teve dois reboots no cinema, com Super-Homem: O Regresso (2006) e O Homem de Aço (2013), sendo que o último destes foi o primeiro filme do Universo Estendido DC. No entanto, todas as suas sequelas foram filmes que o juntam com outros heróis (Batman v Super-Homem: O Despertar da Justiça e Liga da Justiça).

Ainda não é clara qual será a direção deste novo filme, mas é possível que siga o mesmo caminho que The Batman (2021) e se passe no seu próprio universo. De qualquer forma, Ta-Nehisi Coates é um escritor que já provou saber criar histórias de super-herói de qualidade, ao trazer as suas sensibilidades para questões sociais.

Author

Um amante de cinema com ambições de se tornar Cinematógrafo. Natural de Faro, Licenciado em Ciências da Comunicação e está de momento a tirar um Mestrado em Estudos Cinematográficos. Cria conteúdo audiovisual para o Cabo Cinético desde 2017 e foi redator para o Espalha-Factos durante 4 anos. Neste momento também é cocriador do podcast Cassete Estragado e do canal de YouTube Lore da Disney com Álvaro Cunha.

Deixa um Comentário!