A CW tem construído um mundo bastante vasto de séries e filmes. Basta lembrar-nos que ela é uma das produtoras de Riverdale, uma das séries de maior sucesso da Netflix.

Sim, pode ser confuso, mas antes da Warner ter avançado com a HBO Max, as duas empresas trabalham juntas para a construção das suas séries. O acordo já existia desde 2011 e terminou recentemente em 2019.  

Lembrando que as séries que já existem no catálogo irão permanecer nele enquanto a Netflix existir. Séries como Riverdale e The Flash continuaram a receber novas temporadas dentro das plataformas. 

Um dos próximos investimentos da CW será uma live action das famosas PowerPuff Girls e como sinopse sabemos o seguinte: « As três meninas deixaram de ser miúdas, vivem agora uma vida adulta e sentem que perderam a sua infância a combater o crime? Será que o mundo ainda pode contar com elas? »

Como a própria história diz, estas personagens são muito diferentes daquilo que tínhamos na animação.

  • A Blossom era uma espécie de líder do grupo, por exemplo, de acordo com as informações oficiais ela era quase perfeita quando era criança. Mas a vida de super herói cansa e ao chegar à vida adulta ele tornou-se numa rapariga muito deprimida e solitária.
  • Bubbles conhecida pela sua doçura e simpatia não é mais a mesma, depois de crescer ficou mais egocêntrica e deseja salvar o mundo apenas com o objetivo de ser conhecida. Ajudar pessoas por ajudar já não é o suficiente.  
  • Buttercup (a minha preferida), era a rebelde do grupo, era bastante forte mas ao mesmo tempo muito sensível. Ao crescer, ela simplesmente quis fugir da sua vida de heroína, escondendo-se de toda a gente. 
Show das poderosas

Mas esta não é a única informação que sabemos sobre a produção da série. Recentemente foram divulgadas as três atrizes que irão interpretar as protagonistas da história. Chloe Bennet (Agents of Shield) como Blossom, Dove Cameron (filmes descendentes do Disney Channel) como Bubbles e Yana Perrault  (Broadway) fará a Buttercup. 

Originalmente a série é uma criação de Craig McCracken, e conta a história de um grupo de heroínas criadas acidentalmente por cientista que só estava a seguir uma receita. A obra já chegou ter adaptações no mundo dos vídeos jogos, do cinema e na Banda Desenhada.

Author

Criador do Projecto "Sem Bilhete", fanático pelo audio-visual e apaixonado por Animação. Desde muito cedo tenho uma ligação forte com este meio, pois cresci em volta dos filmes que passavam na televisão. Além disso sou também um fã de tecnologia e um coleccionador de VHS.

Deixa um Comentário!